DIMICRON
x
Programa Construindo Plantas
O Programa Construindo Plantas (PCP) é uma tecnologia da Dimicron que tem como objetivo melhorar a eficiência de cada planta a partir da analise do vigor da semente. Com esse conhecimento a empresa pode orientar sobre a melhor forma de obter plantas mais eficientes, com a utilização do PCP em todas as fases do desenvolvimento.
x
SEMENTES DE VERDADE
LAS
x
Empresa
A cada safra bem-sucedida, aumenta a responsabilidade de soluções ainda mais eficientes. Esta é a DIMICRON QUÍMICA DO BRASIL LTDA – uma empresa que valoriza a parceria, porque conhece, respeita e compartilha os mesmos princípios de quem trabalha no campo.
Conheça os nossos produtos
Depoimentos Depoimentos
DIMINEWS DIMINEWS
Tecnologia na Estrada Eventos
Responsabilidade Social Responsabilidade Social
Agenda de Eventos 2018 Agenda de Eventos 2018

Excesso de chuvas prejudica lavouras de grãos de inverno

17 de julho de 2015.

As condições climáticas registradas na semana mais uma vez foram adversas para a cultura do trigo no Rio Grande do Sul, conforme o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira (16/07). O longo período de alta umidade e baixa luminosidade tem deixado os produtores apreensivos, pois acontece durante a fase crítica para a cultura do grão.

A fase de perfilhamento e o desenvolvimento dos perfilhos viáveis dependem muito da disponibilidade de macronutrientes, principalmente de Nitrogênio. Nesse sentido, as pesadas chuvas que ocorreram recentemente em importantes zonas produtoras causaram a lixiviação deste elemento ou mesmo a perda por erosão laminar, explicam os técnicos da Emater/RS-Ascar. Devido ao excesso de umidade presente no solo, os triticultores ficam impedidos de executar a reposição dos adubos necessários às plantas, além de comprometer o controle de invasoras e doenças fúngicas.

Outro grão de inverno, a canola encontra-se em fases de desenvolvimento vegetativo e floração no RS. O excesso de chuva está prejudicando o desenvolvimento das plantas, produzindo desuniformidade na emissão dos botões florais em algumas áreas. Há também a necessidade de aplicação urgente de Nitrogênio em cobertura, segundo a Emater/RS-Ascar. Em fase bem adiantada de desenvolvimento vegetativo, a cultura da cevada também se ressente do excesso de chuvas, que está causando o surgimento de moléstias fúngicas, principalmente manchas foliares, necessitando controle, assim como a falta de sol está dificultando o crescimento das plantas.

As lavouras de aveia branca apresentam desenvolvimento mais avançado do que as de trigo e de cevada nas regiões Noroeste e Missões, com áreas em estágio de elongação e início da floração. O aspecto visual das plantas é satisfatório, mas com início de sintomas de doenças foliares e pequenos focos de ferrugem.

Fonte:   http://www.emater.tche.br/site/noticias/detalhe-noticia.php?id=22102#.ValQ_vlVikp

Todas as notícias

Dimicron

© 2015 Dimicron.
Todos os direitos reservados.

Site produzido pela Netface Facebook Twitter YouTube